Categorias: Botânica

De Folha em Folha: A batalha das plantas!

As plantas são seres autotróficos (produzem seu próprio alimento) e, por esse motivo, são base da cadeia alimentar. Porém, esse fato não as torna seres que querem ser devorados, pelo menos não sua parte vegetativa (folhas, caule e raízes).  A herbivoria provoca muitos efeitos negativos nas plantas, diminui sua capacidade de competir com outras espécies, sua capacidade de reprodução e sua sobrevivência.

Quem pensa que essas verdes guerreiras entregam suas folhas aos herbívoros sem lutar está muito enganado!  As espécies vegetais desenvolveram diversas estratégias de defesa para usarem no campo de batalha da vida.  Essas podem ser físicas e químicas, diretas ou indiretas.

Pelo fato dos insetos serem os principais consumidores das plantas, suas defesas são principalmente desenvolvidas contra eles. Porém muitas plantas também apresentam defesas contra animais maiores como os mamíferos.

O exemplo mais clássico de defesa física são os espinhos e acúleos. Essas estruturas afetam diretamente o predador, evitando com que eles cheguem ao tecido da planta.

Mas existem algumas menos visíveis aos nossos olhos, mas que fazem a diferença, como é o caso da cutícula e dos tricomas.

A cutícula é uma película de revestimento  lipídica produzida pela epiderme da folha. Funciona como uma barreira mecânica contra a penetração dos fungos e insetos herbívoros.

Os tricomas funcionam como defesa física por dificultar a locomoção dos insetos sobre as plantas. Alguns tipos de tricomas podem também funcionar como defesa química, agindo como repelentes por causa de seu cheiro ou sabor, ou seja, podem afetar a palatabilidade das plantas, ficando menos agradável ao paladar.

Quimicamente falando, as plantas produzem metabólitos primários e secundários. Os metabólitos primários são substâncias indispensáveis para a sua sobrevivência, crescimento e desenvolvimento.

Já os metabólitos secundários não agem diretamente na planta, mas ajudam a criar suas estratégias de sobrevivência.

Assim, da mesma forma que as plantas são capazes de produzir metabólitos secundários para atrair polinizadores e disseminadores de sementes, também são capazes produzir substâncias repelentes e até mesmo tóxicas para aos seus predadores.

Essas substâncias podem influenciar no comportamento, crescimento ou sobrevivência do predador.

Cristais de oxalato de cálcio: defesa contra herbívoros. Na planta Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia pictada), esses cristais de oxalato de cálcio estão na forma de agulhas que perfuram as mucosas quando o animal tenta se alimentar.

Por esse motivo a Comigo-ninguém-pode é considerada uma das plantas ornamentais mais perigosas em ambientes urbanos.

Óleos essências: São substâncias voláteis, portanto que se espalha pelo ar, que além de repelir herbívoros ovipositores (defesa direta) em alguns casos podem também atrair os inimigos naturais de seus predadores, incluindo insetos predadores e parasitas que matam os insetos herbívoros, essa estratégia de mestre se trata de uma defesa indireta, um verdadeiro pedido de socorro das plantas.

A citronela muito conhecida por nós para repelir os insetos, é uma substancia (óleo essencial) presente em algumas plantas, como no Capim-citronela (Cymbopogon nardus e C. winterianus).

Logo, todos os dias as plantas travam batalhas silenciosas, mas pela manutenção de seus tecidos. O conhecimento dessas estratégias de defesa das plantas é importante para o homem tanto para evitar acidentes quanto para auxiliar no desenvolvimento de alternativas para serem usadas na agricultura no lugar dos defensivos agrícolas nocivos ao meio.

http://www.conhecer.org.br/enciclop/2012a/agrarias/silicio.pdf

http://pdbff.inpa.gov.br/cursos/efa/livro/2008/pdf/dimona/po1grupo4.pdf

Aprenda Bio

Share
Publicad por
Aprenda Bio

Postagens recentes

O que são neurochips – como funcionam

Neurochips são chips cerebrais que monitoram a atividade do canal iônico que regula as conexões neuronais no cérebro estimulando ou…

5 meses ago

Com os princípios orientadores corretos, os impostos de carbono podem funcionar

Como a maioria dos economistas, sou a favor de taxar o dióxido de carbono para reduzir a poluição por carbono. Uma taxa…

8 meses ago

O que é Biologia

A biologia é o ramo da ciência que estuda a vida e os organismos vivos. Isso inclui assuntos como a célula,…

8 meses ago

Celebrando soluções que eliminam grandes problemas: 3 leituras essenciais

Diminuir o ritmo das mudanças climáticas, aumentar o acesso aos cuidados de saúde e cobrir as notícias de forma abrangente…

9 meses ago

Curiosidades sobre os caranguejos: características gerais

Os caranguejos são animais artrópodes, assim como os insetos. Dentro dos artrópodes existe um classe de animais chamada de crustáceos,…

10 meses ago

Aquecimento Global: causas, consequências – Resumo

O aquecimento global pode ser definido como o aumento constante e gradual da temperatura do planeta Terra. Está sendo provocado…

10 meses ago